sábado, setembro 30, 2006

PAULINHA E GABI


Reconheceu as duas, Joca? A Paulinha virou a mulher mais linda do mundo (claro que depois de você, da Clara e da Van). Gabi, linda também, continua com cara de criança, apesar dos 18. No dia dessa foto, fiquei observando ela de longe: a cara é de criança, mas os gestos já são de mulher feita.
A propósito, ela tinha acabado de viver uma situação engraçada. A avó foi fazer uma visita e a levou junto. Na casa tinha uma menina de 12 anos que logo a chamou pro seu quarto, começou a mostrar os brinquedos, bonecas, quis saber de que elas iriam brincar... então se deu conta de que tinha alguma coisa esquisita:
-Peraí, mas quantos anos mesmo você tem?

sexta-feira, setembro 29, 2006

SOCORRO!

Alguém aí podia tentar entrar no blog da Van e me falar se tá tudo normal? Desde ontem não consigo, só aparece uma tela cinza.

quinta-feira, setembro 28, 2006

"Quero meu dinheiro de volta!" (frase roubada de Leo Calvao)

acho que estou em condicoes de voltar a escrever aqui no blog. ai, porque a minha antipatia foi muita! do que? olha, primeiro porque tenho preguica de fofoquinha. e teve post que virou fofoquinha. segundo porque minha mae fica com ciume de tudo que eu escrevo e acho isso muito surreal virtual pro meu gosto. terceiro porque meu pai eh muito puxa-saco de uns e implicante de outros. quarto, porque a historia da minha mae e da maria julia com o ipod me deixou com antipatia mortal de relacoes familiares por cinco geracoes ascendentes e descendentes. sexto porque eu tambem to com muita antipatia dos meus amigos e amigas que nunca me escrevem e nunca me ligam, depois de eu ter colocado um telefone local toda empolgada achando que todo mundo ia me ligar. apelei, e quis cortar relacoes ate com a lingua portuguesa. me senti rejeitada e sozinha, com antipatia (estou super usando essa palavra) de todo o povo brasileiro. setimo, pra voces nao reclamarem tambem fiquei com muita antipatia do povo americano e dos bebes que eu tomo conta que sao muito mimados e so comem porcaria. botei eles de castigo terca feira por serem extremamente pentelhos. oitavo fiquei com raiva das chatinhas adolescentes que trabalharam comigo no restaurante onde eu nao consigo uma posicao melhor e mandei elas a merda ontem a noite. nao posso escolher muito meu trabalho, porque nao tenho carro, nao sei dirigir, essa merda de cidade (?) eh cortada por auto-estradas e no estado inteiro ninguem paga mais que o salario minimo que eh 5 dolares a hora e eh absolutamente ridiculo. nono fiquei com antipatia do gustavo que acha que em ny tudo eh melhor (e dai?) e tem vergonha de tudo que eu faco. dez fiquei com antipatia mortal da verizon wireless que nao me deixou ter um celular no meu nome porque eu nao tenho cartao de credito. onzimo, fiquei com antipatia da quantidade de cachorro que a van tem no blog dela. dozimo, fiquei com antipatia dos spans do blog da carrie que irritam profundamente e da vontade de nem voltar la. ok, mas agora acho que ta passando... entao pessoas, desculpa ai, foi mal se ofendi alguem, mas estressei. apelei, revoltei e soltei fogo pelas ventas! mas ta pasando e nao to mantendo minha antipatia (injusta, muita injusta) de todos voces. so to contando a historia do meu sumico. mas que bom que eu tenho voces por ai, porque esse blog mata a saudade que eu sinto de todo mundo e que as vezes me deixa tao chata... uma bosta nao ter tele-transportador.. mas minha casinha ta boa, o mike ta otimo e devagar eu vou relaxando... ai, ta ridiculo o post nao ta? mas eu preciso falar, porque terapeuta eh muito caro por essas bandas!!! pode me xingar de volta que eu vou ficar com raiva nao, viu?

terça-feira, setembro 26, 2006

ANDANÇAS DO ANDANTE


O Grupo de Teatro Andante inicia hoje uma turnê pelo Brasil. Vão apresentar o “Olympia” do sul ao norte, pela primeira vez na história deste país (desculpem, não resisti).
Já vi e recomendo. A direção do Marcelo Bones é ótima e a Ângela Mourão, apesar dos boatos de só ter conseguido o papel depois de milhares de testes do sofá, faz uma Olympia inesquecível.
Pra gente poder acompanhar a viagem fizeram o Blog Andante.
Boa viagem, amigos, sentirei muita falta de vocês.

QUAQUILHARDÁRIOS


A revista Forbes publicou a lista dos personagens de ficção mais ricos do mundo.
Ei-la:

1- Papai Noel - Infinita
2- Oliver "Daddy" Warbucks (de Annie, A Pequena Órfã) - US$ 27,3 bilhões
3- Riquinho, US$ 17 bilhões
4- Lex Luthor (de Super-Homem), US$ 10,1 bilhões
5- C. Montgomery Burns (de Os Simpsons), US$ 8,4 bilhões
6- Tio Patinhas, US$ 8,2 bilhões
7- Jed Clampett (de Família Buscapé), US$ 6,6 bilhões
8- Bruce Wayne (de Batman), US$ 6,5 bilhões
9- Thurston Howell III (de Ilha dos Birutas), US$ 5,7 bilhões
10 - Willy Wonka (de A Fantástica Fábrica de Chocolate), US$ 2,3 bilhões
11- Arthur Bach (de Arthur, o Milionário), US$ 2 bilhões
12- Ebenezer Scrooge (de Conto de Natal), US$ 1,7 bilhão
13- Lara Croft (de Tomb Rider), US$ 1 bilhão
14- Cruela Cruel (de 101 Dálmatas), US$ 1 bilhão
15- Lucius Malfoy (de Harry Potter), US$ 900 milhões

segunda-feira, setembro 25, 2006

ANAUÊ

Andava pensando em ver se conseguia catar* algum candidato a deputado federal e estadual na lista do PT. O boletim da direção nacional abaixo, acabou com qualquer possibilidade. Me deu um nojo insuportável. Pra que esses caras querem uma mídia fraca? E por que a crítica petista à imprensa nunca vai além da colagem de rótulos?
Pois é, mein führer Jorge Bornhausen, quando "vamos nos ver livres dessa raça"?

(*ê waldir! cinco verbos enfileirados... já pode tentar uma vaga no telemárquetim.)



"Força do povo, fraqueza da mídia

Parte da imprensa brasileira é cabotina: gosta de fazer elogios a si mesma. Segundo esta parte da imprensa, a população confiaria nos meios de comunicação, ao mesmo tempo que desconfiaria dos políticos, dos governos e dos partidos.
As pesquisas de opinião estão demonstrando algo diferente. A maior parte do povo votará em Lula, não em Alckmin, candidato do coração da maior parte da imprensa brasileira.
Os auto-intitulados "formadores de opinião" estão desconsolados e reagem a sua baixa influência, aumentando os ataques contra Lula, seu governo, o PT e toda a esquerda.
Caso a eleição confirme as pesquisas de opinião, ficará claro que o povo brasileiro não acredita, não confia, não aceita os argumentos desta imprensa alquimista.
Se dependesse desta imprensa, das poucas empresas que controlam a maior parte da mídia, bem como dos jornalistas que pensam com a cabeça de seus patrões, Alckmin estaria em primeiro lugar.
Jornais que hoje posam de "democráticos" e de "liberais" estiveram ao lado dos golpistas em 1964, apoiaram a ditadura militar, encobriram os desaparecimentos e as torturas. A revista semanal de maior circulação no Brasil recebeu, recentemente, injeção de capital vinda de um grande grupo empresarial vinculado ao apartheid na África do Sul.
Eles se reciclaram, se modernizaram, mas não aprenderam. Continuam elitistas. Não aceitam que o povo seja capaz de pensar, sem depender da intermediação dos auto-proclamados "formadores de opinião".
Nos próximos dias, esta imprensa alquimista fará de tudo para nos derrotar. Para eles, não está em questão apenas o resultado eleitoral. Está em jogo sua hegemonia sobre a população brasileira. "

sábado, setembro 23, 2006

pergunta


cume que eu boto filminho aqui?

ps.: a foto eh so pra marcar presença

sexta-feira, setembro 22, 2006

PIRI

A Piri é uma coisa de doido.
Chega quinta-feira, meu quarto já tá aquela zona que chega até a me incomodar.
Minha cama já abriga mil coisas de diferentes naturezas ( como diz minha mãe ).
Aí eu lembro: Amanhã é dia de Piri, aí minha vida já muda.
Coitada, ela sofre com a minha bagunça (mas isso é culpa da genética amaldiçoada do meu pai, porque a Joana também herdou).
Pois é, como agora eu uso aparelho eu devo me lembrar de onde ficam guardadas minhas "chavinhas" para ajustá-lo, mas já perdi elas a muito tempo, arrumei um bisturi que deu pra quebrar o galho.
Depois de dias de uso eu precisava ajustá-lo aí procurei o bisturi, pensei, pensei, lembrei que tinha visto ele por algum lugar no meu quarto e obviamente não era o lugar que deveria estar.
Mas como ontem era quinta-feira pensei: meus problemas acabaram!
E acabaram mesmo, hoje a Piri veio e deixou a casa cheirosa, limpinha, e o bisturi em seu devido lugar.


PS: Piri é a faxineira aqui de casa, que também é da casa do meu pai.

LAMBANÇA

A Folha de hoje citou, entre as gafes cometidas pelo Lula na entrevista ao Bom Dia Brasil, ele ter dito, referindo-se ao livro do John Reed, ‘os dezessete dias que abalaram o mundo’. E corrigiram: ‘os treze dias que abalaram o mundo’.

É pior que aquele jornal do império quando noticiou que D. Pedro, de pé quebrado, entrara em tal lugar apoiado em duas maletas. Na edição seguinte fizeram a correção: D. Pedro entrara apoiado em duas mulatas.

quarta-feira, setembro 20, 2006

CADÊ O MEU?

Caro companheiro Ricardo Berzoini,

Antes de tudo, quero cumprimentá-lo pela brilhante condução da campanha de nosso companheiro Lula.

Desculpe a liberdade de importuná-lo, mas hoje li no jornal que o nosso companheiro Valdebran Padilha, em depoimento prestado à Polícia Federal, “reafirmou que o dinheiro foi dado pelo PT como uma ajuda aos Vedoin, que estariam passando por privações e problemas até com casos de doença na família, por causa do bloqueio dos seus bens.” Valdebran me parece um homem preocupado com a saúde alheia. A começar pelo nome. Por alguma razão que talvez Freud (não o nosso, vítima de arapuca tucana! O dos doidos.) explique, não posso ler o seu nome sem imaginar um médico receitando pra minha vó:

-Antes de dormir, a senhora toma 20 gotas de Valdebran e vai ver como essa dor nas juntas vai embora.

Desculpe a divagação, companheiro. Mas o fato é que fiquei tocado com tamanha generosidade e gostaria que não se esquecessem de mim. Sei que pouco ofereci ao partido: umas fotografias pra candidato a vereador; umas bandeiras sacudidas na esquina em dia de eleição. Ou seja, nada a altura dos Vedoin.

Tampouco tenho bens bloqueados (nem des), e, felizmente, os problemas de saúde na família se resumem às minhas crises hemorroidais, às cólicas incapacitantes da filha menor e aos ataques de nervos da maiorzinha.

Portanto o montante que mereço e de que necessito é muito menor, mas nem por isso desprezivel: a coisa tá difícil pra todo mundo.

Certo de sua atenção,

waldir lau

terça-feira, setembro 19, 2006

BONUS TRACK

Sou o sujeito mais sortudo que conheço. Hoje descobri que a minha namorada além de bonita, inteligente, bem-humorada, engraçadíssima, gostosa, cheirosa e dengosa, lê manual de relógio.

segunda-feira, setembro 18, 2006

PARA LUIZ POLIZZI E TODOS OS QUE ACHAM QUE O MUNDO ANTIGAMENTE ERA MELHOR

Slogan de um papel higiênico americano em 1845:

“Papéis Higiênicos Northen. Os únicos sem lascas!”

sábado, setembro 16, 2006

MARAVILHA

A Cora Ronai escreveu uma das crônicas mais bonitas que já li. Bonita não é bem a palavra, mas se for tentar falar com alguma precisão o que achei, perco a manhã de sol na piscina. Como não sei botar o link diretamente pra ela, copiei aqui um pedaço. O resto tá no blog dela.

"Por coincidência, foi durante esta segunda ida a "Mademoiselle Chanel" que descobri algo que ela nasceu sabendo: o extraordinário poder de uma roupa espetacular. Explico. Eu sempre soube que, ao contrário do que reza o ditado, o hábito faz o monge; e, claro, nunca ignorei a linguagem da moda, e o que ela revela ao outro.O que eu nunca tinha percebido, porém, era o efeito que uma roupa pode exercer sobre quem a veste.Adepta de jeans, camiseta e do que os ingleses sabiamente chamam de sensible shoes, sapatos com bom senso, passei a vida buscando peças que mais escondem do que revelam, camuflagens urbanas para entrar e sair sem ser notada de qualquer ambiente -- tendência que se consolidou de vez com minha vida de nerd, e que nem várias Fahion Weeks conseguiram modificar. A atitude do mundo da tecnologia diante da moda é o tô-nem-aí; ninguém nota nada, a menos que seja a camiseta promocional de algum produto obscuro lançado na época da informática a vapor.Escrever coluna no Segundo Caderno me deu coragem para jogar fora as camisetas do DOS 3, do OS/2 e do Intel 286; a convergência com as telecoms, área de gente elegante, me fez trocar alguns jeans por calças de linho -- mas não fui muito além disso, e assim teria permanecido, contente, se o acaso não me tivesse dado como vizinha de porta, há alguns anos, a bela Marcella Virzi, uma das mais sofisticadas estilistas cariocas.Ficamos amigas. Tenho imenso carinho pela Marcella, tão sensível, engraçada, inteligente; e tenho uma admiração sem fim pela Virzi, antenada, criativa e perfeccionista, dona de um incrível talento para misturar materiais e idéias em tessituras de sonho. Sua loja, um segredo escondido na Nascimento Silva, poderia estar em qualquer lugar do mundo.Seria igualmente original e deslumbrante em Paris ou Nova York; e, confesso, igualmente fora das minhas considerações pessoais de vestuário. Não há nada de camuflagem naqueles brilhos e bordados, naquelas linhas perfeitas, naquelas maravilhas ambulantes. Nada, em suma, que se pareça comigo. Ou assim pensava eu até ganhar da Marcella, no outro dia, uma jaquetinha branca com a mistura mais eclética de paetês, ferragens, canutilhos e diversas outras coisas cujo nome sequer conheço -- e que ela, vá entender, achou a minha cara. Pendurei a novidade no gancho da rede e fiquei admirando, perplexa:-- Como é que se usa isso? Com quê se usa isso? E, céus, quando é que se usa isso?!A resposta veio no sábado, quando fomos juntas ao teatro. Com jeans, birkenstocks e uma blusa preta, evidentemente -- ou seja, o meu uniforme básico, pois a jaquetinha é mesmo a minha cara. Mas -- e aí se deu a descoberta -- é a cara de uma Cora mais audaciosa, mais confiante. Uma Cora... poderosa, ora essa.Pela primeira vez na vida, uma roupa mudou de forma radical o meu estado de espírito; pela primeira vez, não tive qualquer vontade de entrar e sair despercebida do ambiente; e, pela primeira vez, entendi porque tanta gente prefere comprar um vestidinho, digamos, a um celular novo ou um disco rígido -- coisa que, até aqui, fugia inteiramente à minha compreensão. Ao me dar conta disso, no entanto, vislumbrei também o lado negro da força: uma roupa especial tem o poder de alterar os sentidos e, conseqüentemente, de causar dependência. É facílimo se viciar em luxo e beleza, e mesmo dentro de uma bixo grilo empedernida como eu mora, quem diria,uma fashion victim em potencial. "

sexta-feira, setembro 15, 2006

TRIGÊMEOS


É impressão minha ou o Décio Pignatari, o Patrus e o Ivan Valente são a cara daqueles bichinhos que a Família Dinossauro guardava na geladeira pra comer.

quinta-feira, setembro 14, 2006

FÍSICA ONLINE

Responde aí professor Didi:
Que que é Campo Gravitacional e Movimento de Satélites?
Já estudamos isso?

SORRISO METÁLICO



Agora eu uso aparelho!
Agora não né, desde 10 anos de idade.
Mas era aquela coisa, primeiro usava o dia todo, a semana toda e tudo certo.
Depois já usava alguns dias sim outros não, daí pra usar só a noite foi um pulo.
Aí esse ano larguei de vez, nem lembrava que existia.
Ontem tive uma consulta lá na Nélia e ela e minha mãe me convenceram a usar isso pra ficar livre até o final do ano.
Agora vamos ver se eu aprendo a falar de aparelho sem ficar com o "r" preso do Didi né

quarta-feira, setembro 13, 2006

THE MOST FUNNY EMAIL OF THE WORLD

Só hoje vi o e-mail lindo que o Mike, meu genrinho querido mandou pelo meu aniversário. Ele escreveu sozinho!

"oi didi, bom dia.
desejo um ano bom. juscoopa eu um dia tarde. joana e eu exitados do vie a brasil o natal a aviao. o carro e branco. o ave esta voando.
amo,
mike
ps-joana nao e ajuda com escrever"

Obrigado, Mike, fiquei muito feliz com o seu carinho. Seu português é muito melhor que meu inglês e de hoje em diante vou falar "juscoopa", achei engraçado demais.

QUERO IR EMBORA!

Desconfio que há tempos atrás, já falei aqui do “Quem Somos Nós?”, um filme superlativo: é a pior coisa que já assisti e um embuste monumental a serviço de uma seita maluquete, tipo aquela do Tom Cruise.

A Revista do Globo, no último domingo, trouxe uma matéria chamada “Filosofia em DVD” na qual o miserável do filme é citado. Algo como incluir urina, por ser liquida e amarela, numa reportagem sobre vinho branco.

Lá soube que “a terapeuta Isabel Seidl assistiu ao filme oito vezes, duas delas com o filho de 20 anos e os amigos.” Terapeuta...por um instante tive a esperança de ser um caso apenas de lentidão mental: na oitava vez ela teria entendido do que se tratava. Mas, não. Por recomendação dela “”a psicóloga e arteeducadora (quê que é isso?) Anamaria (sem querer bati um ‘s’ após o primeiro ‘a’. Lamentei corrigir.) Guimarães alugou o filme. E se encantou:
-O filme tem muito apelo visual e é muito bem organizado. As respostas dos cientistas e teólogos às perguntas que vão se colocando são bem costuradas.”


Elas estão por aí, terapeutando e arteeducando livremente. E eu me sentindo cada vez mais imbecil.

terça-feira, setembro 12, 2006

DELíCIAS

Com o Google Earth vá em,
latitude:
27°59′16″ N
longitude:
86°56′40″ E

Um brinquedinho lindo: http://www.souptoys.com/get_toybox.php

segunda-feira, setembro 11, 2006

OS ATLETAS E AS TORCIDAS


Reparem como essa perspectiva cria uma ilusão de ótica: o volume abdominal dos modelos aparece bastante aumentado.

site

pois eh, eu finalmente finalizei o meu primeiro site!! eeeeee... quer dizer, foi em conjunto, o mike fez a parte grafica e eu a tecnica.. olha so: Thurston Masonry
eh simplinho, mas eu to empolgada...

domingo, setembro 10, 2006

cade todo mundo?

a minha desculpa eh "estou sem internet". sim, mas e a de vcs clara e didi? qual eh desculpa de vcs pra nao estarem postando. minha internet ia chegar ontem, mas depois de um episodio desses de sabado, involvendo uma convencao de tatuagens e um sanduiche de atum, tive que transferir pra quarta. agora, vcs dois bem que podiam marcar mais presenca ne!!

quinta-feira, setembro 07, 2006

...

Tô meio ausente,
meio não né, totalmente.
Mas eu acho que postar sem assunto é meio sidículo e eu tô muito "desassuntada" ultimamente.
Pois é, aí eu não tenho assunto eu não posto.
Vô procurar me informar de um assunto legal ai eu posto!

ÀS VEZES UM CHARUTO É APENAS UM POTE DE MARMELADA

Papo de ontem na mesa do bar: Zidane deu aquela cabeçada no Materazzi porque não suportou a pressão que viria com a sua consagração como o grande nome da Copa. Teria cometido um pequeno suicídio. É, pode ser...
Mas pode ser também:
- Plutão estava alinhado com Saturno e a Lua em Gêmeos, predispondo os cancerianos do primeiro decanato à atitudes violentas. Zidane é de 23 de junho.
- O prato principal servido na concentração ao almoço foi poulet rôtie avec pommes dauphines. A batata, como qualquer macrobiótico pode provar cientificamente, causa um mau humor tremendo.
- A postura arrogante e neocolonialista de Materazzi o remeteu à sua infância de filho de argelinos pobres em Marselha.
- Ele é um sujeito que não leva desaforo pra casa.

quarta-feira, setembro 06, 2006

ENGULHOS

Não sei o que me dá mais antipatia:

-o autismo megalômano do presidente ou o triunfalismo bocó com que os que votaram pela primeira vez nele (movidos, acredito, mais por vergonha de ficar fora da onda) encaram as derrapadas do governo. (Outro dia alguém me disse que quem repetir o voto nele é cúmplice das bandalheiras do PT. Como diria a minha Vanzinha, cumplicidade de cu é rola!)

-o PT que fechou com o PMDB, ganhou o Newton Cardoso de presente, esqueceu que até ontem ele era ladrão e sai pedindo voto pra ele ou o PT que só vê democracia partidária no que lhe convém e faz que não tem nada que ver com a chapa da coligação.

-o presidente que gosta de ostentar a ignorância na lapela –como disse muito bem a Cora- ou a imprensa ávida de uma gafe, uma frase infeliz pra botar na primeira página.

terça-feira, setembro 05, 2006

filha da minha mae, neta da minha vo e sobrinha da minha tia

lembra que eu falei que hoje ia instalar a internet na minha casa nova? pois eh, nada.. eu lembro quando eu morava ai no brasil achava que nada ai funcionava porque era no brasil, e que no "primeiro mundo" o pessoal nao tinha problema com bobagem nenhuma. eh, vai ligar pro povo do cabo e confira! que saudades que eu tenho da minha querida net/virtua em bh! o homem do cabo que foi hoje a minha casa nao pode instalar a internet porque o mike, que nao era eu, mas tinha meu passaporte e meu numero de social security em maos, nao conseguiu convence-lo de que eu morava la. quer dizer, nao que o mike seja incopetente coitado, mas a bitolacao desse povo daqui por causa de tudo quanto eh regrinha eh muito grande. eu vivo ficando irritada com isso. e falo "eu sei que eh lei, mas serio, faz sentido eh?" tipo quando eu apertada pra fazer xixi na loja de fogos de artificio nao pude ir no banheiro. porque ninguem pode entrar no banheiro num estabelecimento que vende explosivos. mas moço, olha eu, aqui, sem nada no bolso, sem lenço nem documento, pequena e indefesa, fazendo xixi na calça! por que vc acha que eu vou te explodir?? sorry, it's the law. enfim, esse post nao era pra ter nada a ver com essa historia, so que empolguei.. tava falando era da minha casa nova. desde que mudei pra minha primeira casa, a primeira que considero minha mesmo (eh, eh alugada, mas mesmo assim) eu descobri que sou filha da minha mae. minha mae tem umas manias que sempre me deram nos nervos! tipo chegar em casa do trabalho, e (nao) ver a casa que esta impecavel, brilhando, que a coitada da adriana passou o dia limpando, e falar, a primeira coisa que ela fala quando chega em casa: "o que o porta- guardanapo esta fazendo em cima da mesa??" sim, o porta-guardanapo. nao o porta-cocô, ou o pacote de ovo podre, mas o porta-guardanapinho. ela fazia a pergunta assim com uma cara de ofendida, como se alguem tivesse vomitado no pe dela quando ela entrou pela porta. "fui eu mae. eu comi e esqueci o porta-guardanapo na mesa". "vc nao deixou panela na pia nao ne?" e por ai vai. isso sem falar do infarto diario que ela tem quando ve um sapato no chao. sim, um sapato no chao. porque ela nao pode ver sapato no meio do caminho. ou qualquer coisa que encoste no seu cabelo (escova, gominha, pente) proxima (menos de cem metros) a uma coisa de comer. enfim, eu descobri que nao fiquei imune a essa doenca. porque agora eu passo o dia pensando em limpar o chao da cozinha quando eu chegar em casa. ou vou pra cama tarde pensando em varrer o chao do quarto no outro dia bem cedinho. ou fico tonta so de ver cabelo e pocinha d'agua no chao do banheiro. e a pia entao, ai que aflicao que me da de ter coisa suja!! e o lixinho da cozinha entao, eu trouxe da casa da minha mae a mania de ter lixinho pequeno que eh pra nao ter desculpa de nao levar pra fora de casa todo dia, duas vezes por dia. e a geladeira tem que ser organizada por sessoezinhas. os armarios da cozinha tambem. falar nisso, mae morre ai de inveja que na minha cozinha eu tenho doze armarios e nove gavetas!! e adoro deixar tudo bonitinho. nao gente, eu nao sou dona de casa, mesmo porque eu tambem puxei da minha mae e falta de vocacao pra isso. e ela mesma puxou foi da minha vo. e isso me leva a parte em que eu tambem reconheco que sou neta da minha vo. porque nao posso enconstar em comida, ainda mais doce sem lavar a mao 359 vezes depois. minha avo, se cai açucar, por exemplo, num cantinho da bancada, ela lava a cozinha inteira e corre pro banho que eh pra nao ficar melada. eu sou bem do tipo. e agora ja escrevi muito.. fica pro proximo post minhas reflexoes em como sou sobrinha da minha tia. porque tudo quanto eh dinheirinho que eu tenho eu corro pra "araujo" local e gasto em creminhos e xampus. mas esse eh outro papo.

VIDA DE ATLETA

segunda-feira, setembro 04, 2006

PEGA-LADRÃO

O site do Fernando Rodrigues, da Folha, é um pouco trabalhoso mas ótimo pra verificar a evolução patrimonial dos candidatos. peguei um ao acaso (mentira, escolhi bem escolhidinho), o Roberto Carvalho, deputado estadual do PT, candidato a federal. Na declaração de 2002, seus bens valiam R$ 87.747,00.
A atual é a seguinte:

01 CAMINHO0NETE MITSUBISCHI L 200 2005 R$ 90.000,00

CASA BH R$ 150.000,00

RONDA FIT 2005 R$ 38.000,00

RONDA FIT2006 R$ 42.000,00

SITIO EM CONCEIÇÃO FORMOSO-SANTOS DUMONT R$ 100.000,00

TOTAL R$ 420.000,00


Tá escrito assim mesmo. Presumo que os "ronda" sejam automóveis Honda (esse negócio de declaração pro TRE, você dita pro boy: 'bota aì, xovê.... 2 honda, o sítio..').

Longo parêntese: Resolvi saber quanto ganha um deputado estadual. Revirei o site da Assembleia e nada. Liguei pro Centro de Atendimento ao Cidadão. Fui direto ao assunto:
- Por favor, qual o salário de um deputado?
A mocinha com voz de boboca do outro lado soltou um "heim?' que nem se eu tivesse perguntado a cor de sua calcinha. Repeti, ela consultou alguém ao lado e disse que iria transferir a ligação. Rolei por mais três ramais. Em todos queriam saber quem estava falando:
- Waldir Lau.
- De onde?
- De Belo Horizonte. Cidadão.
E em todos a pergunta causava alguma perplexidade. No ramal derradeiro o atendente falou com alguém que parecia seu superior:
- Tem um cara ligando do nada, querendo saber o salário dum deputado.
O outro veio ao telefone e disse que eu deveria fazer um requerimento ao presidente da Assembléia ou consultar o Minas Gerais.
- Mas na página da Assembléia não tem?
- O senhor deve enviar um oficio etc...
Tentei a Ouvidoria da Assembléia. Outro mundo; a moça me mostrou como encontrar no site (Tem, sim, ô chefe imbecil do Atendimento de Pessoal!). R$11.885,40. Bruto. E mais uma serie de penduricalhos que devem quase dobrar esse valor.

Constatei a minha má fé; no caso do referido nobre deputado, bastou que ele economizasse mensalmente uns seis mil pra, em quatro anos, quase quintuplicar seu patrimônio. E ainda fiquei com pena de ele não ter nenhum dinheirinho no banco, nem aplicado.