terça-feira, novembro 28, 2006

HOJE TEM DOBRADINHA COM FEIJÃO BRANCO E MAIS UM BURACO NA CAMADA DE OZÔNIO


A única vantagem -minúscula, irrelevante- que vejo em não morar na mesma cidade da namorada é poder comer despreocupadamente coisas de altíssimo poder de destruição.

Nenhum comentário: